Voar é um desejo que começa em criança!

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Videoteca Ninja

Natal, Encruzilhada do Mundo
Com o sentimento do dever cumprido a Fundação Rampa lançou o documentário “Natal, Encruzilhada do Mundo”. O filme é um documentário que conta a história de Natal associada ao da aviação no século XX, quando a pequena cidade foi se desenvolvendo ao som do ronco dos motores das máquinas voadoras e seus aviadores pioneiros de todas as partes do mundo. Foram dois anos e meio de pesquisa, sendo o último destinado a coleta dos 30 depoimentos que serviram de base para o documentário, totalizando mais de 40 horas de gravação. Após a edição, todo esse material resultou num filme de uma hora e quinze minutos, além de um extra dedicado a Cruzex 2010, uma operação militar da Força Aérea Brasileira. No filme, a história da aviação se divide em duas fases. A primeira quando Natal era a encruzilhada do mundo para todos os aviadores que desejavam chegar à América através do oceano Atlântico ou necessitavam acessar o sul do continente pela costa oriental. Nesta fase, passam pela cidade franceses, alemães, italianos e americanos. Entre os pilotos, alguns nomes famosos como Charles Lindbergh, Amelia Eahart, Pinto Martins, Marquês De Pinedo, Carlo Del Prete, Arturo Ferrarin, Italo Balbo, entre outros. Na segunda e última fase, os depoimentos mostram que a encruzilhado do mundo estava fechada aos americanos e seus aliados, em decorrência da Segunda Guerra Mundial, quando Natal recebeu a maior base militar aérea norte-americana fora dos Estados Unidos, denominada Parnamirim Field e, posteriormente, “Trampolim da Vitória”.

Confira um trecho do documentário:


Natal, Encruzilhada do Mundo
Um filme de Fred Nicolau
75 minutos
Fundação Rampa

Saiba mais: Fundação Rampa

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Azul Trip

Nova empresa aérea servirá 96 cidades
A empresa aérea Azul anunciou, dia 28 de maio de 2012, uma associação com a companhia Trip. O fundador da Azul, David Neeleman, será o presidente da holding Azul Trip S/A. A nova empresa somará 112 aeronaves, servindo 96 cidades e terá 15 % do mercado nacional. A fusão precisará, ainda, de aprovação da ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil e do CADE – Conselho Administrativo de Defesa Econômica. Com a união das empresas, a Azul Trip passa a ser a terceira maior companhia aérea do Brasil, seguindo a TAM e a Gol.

terça-feira, 29 de maio de 2012

Pioneiros

LOUIS BLÉRIOT
Louis Blériot (Cambrai, França, 1 de Junho de 1872 — Paris, 2 de Agosto de 1936) foi um aviador francês. Graças a ele, ficou demonstrada a utilidade do avião como instrumento militar (e mesmo de transporte de passageiros), quando realizou a travessia do canal da Mancha, em 1909. Após seu pouso bem sucedido na Inglaterra, com oBlériot XI, o aeroplano ganharia o status de uma máquina com o potencial para transformar as relações entre as nações. Louis Blériot era engenheiro formado pela Escola Central de Paris e empresário bem sucedido da indústria automobilística até os trinta anos de idade, quando decidiu dedicar-se exclusivamente ao ramo da aeronáutica. Interessou-se pela aviação quando, em 1900, construiu um ornitóptero, um tipo de avião que tenta imitar o voo dos pássaros movimentando suas asas para alçar voo, não obtendo sucesso. Era um autodidata em matéria de aviação: projetou seu próprio avião e aprendeu a voar sozinho. Criou a Companhia Blériot-Voisin em sociedade com Gabriel Voisin. Entre 1903 e 1906 esta empresa desenvolveu vários modelos de aviões. Em 1907 realizou seu 1º voo em Bagatelle, França. O jornal britânico Daily Mail oferecia um prêmio de mil libras esterlinas ao aviador que primeiro cruzasse o Canal da Mancha. Em 25 de Julho de 1909 Louis Blériot, pilotando uma aeronave modelo Blériot XI, realizou o primeiro voo internacional da história. Partiu de Les Barraques (perto de Calais) na França e, depois de percorrer 35 quilômetros em 37 minutos, chegou a Dover na Inglaterra. Assim recebeu o prêmio prometido pelo Daily Mail. A viagem não foi muito fácil. Logo que decolou perdeu-se na neblina, mas viu navios indo para a Inglaterra e os seguiu. Guilherme II, Imperador da Alemanha, fez uma declaração sobre este acontecimento que se tornou famosa na época: "A Inglaterra não é mais uma ilha". Com uma carta, Santos Dumont parabenizou Blériot: "Esta transformação da geografia é uma vitória da navegação aérea sobre a navegação marítima. Um dia, talvez, graças a você, o avião atravessará o Atlântico". Nos anos da Primeira Guerra Mundial, Louis Blériot fabricou grande número de aviões militares para os aliados (mais de 10.000). Terminada a guerra, como a demanda por aviões foi grandemente reduzida, passou a fabricar motos em 1920. Suas motos inovadoras conquistaram admiração e sucesso comercial.

Fonte: Wikipédia

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Biblioteca Ninja

ASAS DO VENTO
Asas do Vento, ousada aventura de Gérard Moss, revela os bastidores da primeira volta ao mundo num motoplanador, que foi acompanhada de perto pelo programa Fantástico, da TV Globo, e por todos os brasileiros, em 2001. Mais uma vez, Moss foi pioneiro, cruzando o Pacífico e dando a volta ao mundo sozinho neste tipo de avião. Foram cem dias de viagem, lutando contra as piores condições climáticas, a burocracia e imprevistos que ameaçaram várias vezes o sucesso da empreitada. Mais um título da coleção Viagens Radicais, dedicada a aventuras fantásticas e reais nos lugares mais inóspitos, exóticos e interessantes do planeta. Gérard e Margi Moss viajam juntos em expedições há muitos anos. Já fizeram uma viagem de circunavegação da Terra e deram uma volta completa no continente americano em um monomotor Sertanejo, aventuras divididas com os leitores nos livros Volta por cima e Loucos por ti, América. Desta vez, porém, Gérard foi sozinho. Piloto particular, ele encarou o desafio de levar um motoplanador ao redor do mundo, um feito inédito da aviação mundial reconhecido pela Fédération Aéronautique Internationale. Margi ficou em terra, dando o apoio logístico, e depois, partindo do diário de bordo de Gérard, transformou suas aventuras neste livro. Segundo o francês René Fournier, projetista e criador do avião planador em 1947, “dar uma volta ao mundo em um motoplanador era algo que ninguém, antes de Gérard Moss, havia sequer tentado. Ele percorreu em 100 dias 55.000 km, visitou 40 países e fez 68 escalas, tudo isso com um aparelho com a mínima potência do Ximango. Isso valoriza ainda mais a proeza”. Voar várias horas nas camadas mais baixas da atmosfera, em todas as latitudes e nas condições mais difíceis e extremas, exige do piloto não apenas um grande profissionalismo, mas também uma constituição sólida e grande coragem. Gérard Moss tem todas essas qualidades, o quer ficou provado em suas aventuras anteriores. Mas a aventura de Asas do Vento é ainda mais marcante, e vai permanecer para sempre como um périplo impressionante e magnífico, que merece figurar no grande livro das mais belas aventuras.

Asas do Vento
A primeira volta ao mundo num motoplanador
Gérard Moss em depoimento à Margi Moss
Editora Record, 2002.
332 páginas.
54 fotos.
Saiba mais: Mundo Moss - Livros

domingo, 27 de maio de 2012

Especial de Domingo

Expo Aero Brasil 2012
Termina hoje, 27 de maio de 2012, a 15ª Expo Aero Brasil, no aeroporto de São José dos Campos, SP. Chama a atenção dos visitantes o crescimento da indústria aeronáutica voltada para os ultraleves avançados e aviões leves. Várias novas montadoras têm se juntado às tradicionais, como a Cimaer, apresentando produção própria ou projetos importados, como por exemplo, o EutoStar da República Tcheca. Logo na entrada da feira, a Edra Aeronáutica mostra o WT9 Dynamic e o anfíbio Petrel LS. De Bauru, a Volato trouxe o Volato 400, ostentando a frase “orgulho de ser brasileiro”. O aparelho transporta quatro pessoas e voa a 360 Km/h com um motor de 180 hp. Da fábrica em Franca, SP, veio o Quasar. Estão expostos ainda, aviões da Embraer e dois caças da FAB, um Xavante do IPEV – Instituto de Pesquisa e Ensaios em Voo e um A29 Super Tucano. Entre os visitantes, além dos entusiastas e empresários do setor, circulam alunos de várias instituições de ensino aeronáutico, como a FUMEC de Belo Horizonte, MG, e da EMCA de Taubaté, SP, parceira do Núcleo Infantojuvenil de Aviação.
Shows aéreos
Ontem, penúltimo dia do evento, os shows aéreos ficaram por conta das demonstrações dos pilotos Beto Bazaia, voando um Bücker, do seu pai, Tike Bazaia, evoluindo com um Decatlon, do comandante Luis Guilherme Richieri, tricampeão brasileiro de acrobacia aérea, voando um Extra 300. Após outras demonstrações e decolagens, o dia terminou com um espetáculo da Esquadrilha BR. O time, equipado com os potentes e ruidosos T-Meia, foi composto pelos pilotos Carlos Edo, Leandro e Hernani Hipólito, além da aeronave isolada Extra 300 do piloto Richieri. A organização do evento espera que, com as atividades de hoje, o público visitante da feira chegue a 35 mil pessoas. Cerca de 150 aeronaves integram o evento, com 120 expositores, fóruns, palestras e rodada de negócios. A 15ª Expo Aero Brasil termina com um show da Esquadrilha da Fumaça, que completa 60 anos, a partir das 15 horas, com entrada franca.

Texto: Redação do Núcleo Infantojuvenil de Aviação - NINJA.

Fotos: Acervo do NINJA.

sábado, 26 de maio de 2012

Carreiras na Aviação

Primeira mulher piloto de C-130 é capacitada na FAB
No dia 22 de maio de 2012, terça-feira, a Base Aérea de Canoas (RS) foi o cenário de um voo histórico: a formação da primeira aviadora da Força Aérea Brasileira (FAB) apta a pilotar uma aeronave de transporte C-130 Hércules, no Esquadrão Gordo (1º/1º GT). A 1° Tenente Aviadora Joyce de Souza Conceição realizou seu último voo de instrução em Canoas. Pela fonia da aeronave, era possível ouvir as orientações do instrutor e todas as ações realizadas pela piloto, que informava cada passo durante o voo. Uma espécie de prova oral, com a diferença de que ela estava no comando de uma série de manobras em uma aeronave que mede 30 metros de comprimento, 40 de envergadura, e pode carregar até 30 toneladas. Formada na Academia da Força Aérea em dezembro de 2006, a oficial aviadora é uma das 11 integrantes da primeira turma de pilotos mulheres da FAB e que agora torna-se pioneira também como a primeira piloto militar da aeronave C-130 no Brasil e a segunda a pilotar esse tipo de aeronave em todas as Forças Aéreas da América Latina. “Saber que poucas mulheres tiveram a oportunidade e coragem para comandar uma aeronave militar de grande porte, é motivo de muito orgulho para mim e para toda minha família”, diz Joyce, referindo-se ao sonho de sua mãe de vê-la pilotar o C-130. A vontade de aumentar o alcance das missões humanitárias das quais participou fez com que ela deixasse sua cidade natal, Manaus (AM), e se juntasse ao Primeiro Esquadrão do Primeiro Grupo de Transporte, Esquadrão Gordo, sediado na Base Aérea do Galeão, no Rio de Janeiro (RJ). “Em Manaus, realizei várias missões em apoio a populações ribeirinhas em campanhas de vacinação, e pude realizar essa ajuda em proporções maiores muito me alegra”, afirma a Tenente Joyce, que, durante quatro anos pilotou aeronaves C-98 Caravan e C-97 Brasília na região Norte do país. “Esse é o primeiro passo da minha formação operacional, pois além de transporte de carga, meu esquadrão de voo realiza também a missão de Busca e Salvamento (SAR), Reabastecimento em Voo – REVO e pousa no continente Antártico”, disse a Tenente Joyce.

Notícia no Diário de Canoas
A edição de 24/05/2012 do jornal Diário de Canoas destacou o êxito da tenente Joyce com o título “Primeira mulher piloto de aeronave C-130 da FAB treina em Canoas”. Diz o texto: “Quebrar tabus e mostrar que as mulheres, cada vez mais, podem ocupar espaços profissionais antes de domínio exclusivo dos homens. É o que faz a 1ª tenente-aviadora Joyce de Souza Conceição, 28 anos, há oito na Força Aérea Brasileira (FAB). Em Canoas desde 17 de maio, a amazonense Joyce acaba de transformar-se na primeira mulher piloto-militar do Brasil, e a segunda na América Latina, a ter nas mãos o controle de uma aeronave C-130 Hércules.” O jornal gaúcho lembrou que “em 1º de julho de 2009, a tenente-aviadora Joyce já havia feito história na FAB. Na ocasião, junto com também tenente-aviadora Adriana Gonçalves, ambas integrando o 7º Esquadrão de Transporte Aéreo (ETA), pilotaram pela primeira vez uma aeronave C-98 Caravan, que partiu da Base Aérea de Manaus com destino a Parintins, no interior amazonense.”

Fontes: Agência Força Aérea e http://www.diariodecanoas.com.br

Saiba mais: Blog do Núcleo Infantojuvenil de Aviação – NINJA de 08/03/2012 e 09/07/2010

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Maple Flag

FAB participa de manobra no Canadá
Uma aeronave C-130 Hércules do Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT) leva, pela primeira vez, as asas da Força Aérea Brasileira (FAB) para o exercício militar internacional "Maple Flag", em Cold Lake, no Canadá. A equipe d1º GTT, que é sediado na Base Aérea dos Afonsos, no Rio, decolou no dia 24 de maio de 2012, rumo  ao Canadá, com escala nos Estados Unidos.
Realizada anualmente, a "Maple Flag" é uma simulação de guerra. O exercício acontece durante o período de quatro semanas e oferece treinamento de combate aéreo para as tripulações dos países participantes por meio de cenários simulados de ambientes hostis. Durante a manobra, os esquadrões participam de simulações de combates aéreos enquanto voam grandes pacotes com as forças da coalizão.
A delegação brasileira é composta por 40 militares, entre pilotos e pessoal de manutenção e apoio. "A preparação da nossa unidade aérea foi intensa. Nunca participamos de uma operação com cenário tão próximo do real. Lá encontraremos ameaças de mísseis, interferência eletrônica e anti-aérea. Estamos ansiosos para o início da operação", afirma o Brigadeiro do Ar Cesar Estevam Barbosa, líder da missão.
A participação brasileira será no segmento de aeronaves de transporte, executando missões de sustentação ao combate, por meio de lançamentos de pessoal e carga.

Fonte: Agência Força Aérea

quinta-feira, 24 de maio de 2012

15ª Expo Aero Brasil

Feira começa hoje em São José dos Campos-SP
Começa nesta quinta-feira, 24/05/2012, a 15ª Expo Aero Brasil (EAB), Feira Internacional de Aeronáutica, que será realizada no aeroporto de São José dos Campos-SP, em área do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA).Até domingo, dia 27, estarão no evento fabricantes do mercado aeronáutico mundial com o objetivo de promover a geração de relacionamento e negócios, além de palestras e rodadas de negócios.Considerada uma das principais feiras aeronáuticas da América Latina, a Expo Aero Brasil busca fortalecer o mercado aeroespacial brasileiro e estreitar os laços entre os expositores estrangeiros, especialmente em um momento que o país registra um crescimento do transporte aéreo em níveis bem acima dos patamares mundiais.Para a edição deste ano, a feira terá 152 estandes representando cerca de 350 empresas de mais de 30 países. Entre os expositores confirmados estão empresas como a IJS Global, Embaixada da França (Ubifrance), WZ Usinagem, Cirrus Brasil, Edra Aeronáutica, Consulado Geral da República Tcheca, Mitsubishi, entre outras.A Ubifrance, por exemplo, terá rodadas de negócios para empresas francesas que querem entrar no mercado brasileiro e também para companhias nacionais que pretendem exportar. Na área de equipamentos e serviços, a EAB 2012 oferecerá aviônicos, manutenção, linhas de crédito, entre outros. Haverá ainda um setor dedicado especialmente à comercialização de aeronaves novas e usadas.A feira é a única no Brasil que possibilita voos de demonstração. No fim de semana, as atrações para o público devem levar milhares de pessoas à EAB 2012, com destaque para os shows aéreos, paraquedismo, Esquadrilha da Fumaça da Força Aérea Brasileira e o TNT Air Show.

Fonte: http://www.portalr3.com.br

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Carreiras na Aviação

Estudante de Barcarena (PA) visita Base Aérea de Belém
O estudante Altamir Mendes Cardoso, 13, aluno da 7ª série de escola municipal de Barcarena, a 90 km de Belém (PA), viaja em balsa todo final de semana para frequentar um cursinho na capital. O motivo? Ser aprovado no disputado vestibular da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR), sediada em Barbacena (MG), que prepara os futuros líderes da Força Aérea Brasileira (FAB). No último sábado (19/05), o jovem acompanhou de perto a rotina dos militares da FAB, oportunidade que surgiu durante a VIII Conferência Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente. No evento, em entrevista a um jornal, o adolescente falou sobre o desejo de ser piloto militar.Ao tomar conhecimento da notícia, o Primeiro Comando Aéreo Regional (I COMAR) e a Base Aérea de Belém (BABE) organizaram uma visita. Altamir conheceu o trabalho de pilotos da FAB e viu de perto aeronaves militares. O Comandante do I COMAR, Major-Brigadeiro do Ar Carlos Eurico Peclat dos Santos, que até o ano passado comandava a EPCAR, conversou com o estudante e explicou a rotina dos estudantes da escola da FAB. O Comandante da Base Aérea de Belém, Coronel-Aviador Alexandre Pinto Sampaio, em aproveitamento de uma missão de treinamento, levou o estudante para um voo a bordo da aeronave de transporte C-98 Caravan, que sobrevoou a Baía do Guajará, referência da capital paraense.O adolescente visitou ainda os helicópteros do Primeiro Esquadrão do Oitavo Grupo de Aviação (1º/8º GAV). “Com certeza, me empenharei ao máximo para passar no concurso da EPCAR e depois ingressar na carreira de piloto da FAB”, afirmou Altamir, entusiasmado, ao final da visita.

Fonte: Agência Força Aérea

terça-feira, 22 de maio de 2012

Datas Especiais

Dia da Aviação de Patrulha
Em 22 de maio de 1942, durante a Segunda Guerra Mundial, um avião B-25 da FAB – Força Aérea Brasileira, efetuou ataque ao submarino italiano Barbarigo, que havia torpedeado o navio mercante brasileiro Comandante Lira, próximo ao Atol das Rocas. Essa data passou a ser comemorada oficialmente como o Dia da Aviação de Patrulha.A primeira manifestação da Aviação de Patrulha no Brasil ocorreu em 1931, quando foi criada na Aviação Naval a “Primeira Flotilha de Bombardeio e Patrulha”, baseada na Ponta do Galeão da Ilha do Governador, no Rio de Janeiro. Essa Unidade Aérea, ao patrulhar as proximidades do porto de Santos, durante a Revolução Constitucionalista de 1932, efetuou a primeira missão operacional da Aviação de Patrulha no Brasil. Em 1939, logo após a conflagração da 2ª Guerra Mundial na Europa, a Aviação Militar do Exército deslocou uma Esquadrilha de seus aviões para Belém e outra para Recife, de onde foram realizadas missões de patrulhamento do litoral Norte e Nordeste durante cerca de 2 meses. A FAB, criada em 1941 pela fusão da Aviação Naval com a Aviação Militar, iniciou suas atividades de Patrulha em princípios de 1942, quando vários navios mercantes brasileiros foram torpedeados por submarinos italianos e alemães junto ao nosso litoral. Hoje, o patrulhamento marítimo pela FAB é realizado empregando aeronaves Bandeirante P95 e Orion P3, que equipam esquadrões em Salvador, Florianópolis, Belém e Santa Cruz (RJ).

Saiba mais: Blog do Núcleo Infantojuvenil de Aviação – NINJA de 12/04/2012, 23/02/2012 , 23/05/2011, 22/05/2011 e http://www.abrapat.org.br/

segunda-feira, 21 de maio de 2012

EXPO AERO BRASIL 2012

A Expo Aero Brasil 2012, será realizada, de 24 a 27 de maio, no aeroporto de São José dos Campos, SP. O sucesso das 14 edições já realizadas e o índice positivo de crescimento de negócios, faz da Expo Aero Brasil um evento de referência no setor aeroespacial mundial e mostra-se como excelente vitrine para produtos e serviços abrangendo desde a produção civil e militar de aeronaves até softwares embarcados para sistemas espaciais.

Atrações
Conferências técnicas no evento terão como objetivo divulgar novas tecnologias, propagar estudos e realizar debates sobre tendências e desafios do Setor Aeroespacial mundial.
Com mais de 50 aeronaves em exposição, o visitante pode ainda confirmar algumas características de voo dos equipamentos através de demonstrações aéreas, exposição estática e conversas com representantes ou até mesmo com as equipes técnicas que desenvolveram alguns dos modelos de aeronave em exposição.
Durante o evento, várias demonstrações serão oferecidas por pilotos experientes que exibem sua perícia de voo, performance das aeronaves e seu desempenho tecnológico!
A Expo Aero Brasil oferece a infraestrutura necessária para visitar o evento com seu avião. Para além do serviço exclusivo de receptivo há também uma área especial de compra e venda de aeronaves usadas.
O clima festivo do evento será dado por shows aéreos, com acrobacias, voos de caças, saltos com paraquedas, entre outras atrações que irão fazer o delírio do público.
O evento reserva também um espaço para encontro de aviadores e profissionais do setor, um local onde poderão discutir as últimas novidades e tendências e o que de mais interessante e importante tem vindo a acontecer no setor.
A feira também é uma oportunidade para apaixonados, sonhadores e curiosos que queiram ingressar no mundo da aviação, seja como piloto ou tripulante.
Com empresas nacionais e internacionais esse setor apresentará tudo o que há de melhor em aeronaves, serviços e equipamentos. Fornecedores de tecnologia, produtos e serviços aeronáuticos e de defesa, empresas de infraestrutura administrativa aeroportuária, manutenção, carga aérea, taxi aéreo, seguradora financeira, entre outras. Fabricantes, representantes e distribuidores apresentam novos lançamentos das mais variadas aeronaves de aviação executiva, aviação experimental, aviação agrícola, aviação militar, aviação aerodesportiva e helicópteros.

Saiba mais: www.expoaerobrasil.com.br

domingo, 20 de maio de 2012

Especial de Domingo

O casal Gérard e Margi Moss construiu uma belíssima história pelos ares do planeta.
Após muitos voos, observando à precariedade dos recursos hídricos por todo o mundo, Gérard e Margi começaram a lutar para a preservação dos recursos naturais, tanto das águas doces dos rios e lagos do Brasil quanto das florestas, que fornecem a umidade da qual dependemos.
Hoje, trazemos parte deste fascinante trabalho e recomendamos uma boa pesquisa sobre as magníficas aventuras aéreas que já viveram.
Boa leitura.
Voe com eles!
Bom domingo!!

PROJETO RIOS VOADORES
O Projeto Rios Voadores pesquisa, por meio da análise de amostras de vapor de água coletadas em um pequeno monomotor, as massas de ar que provêm da Amazônia trazendo umidade para outras regiões do Brasil. Essas massas de ar são conhecidas hoje como rios voadores. Há três décadas, cientistas brasileiros, liderados pelo Prof. Eneas Salati, reconhecem e estudam os rios voadores, mas só agora, no século 21, é que nasceu uma idéia com asas para tentar aprofundar o conhecimento sobre o fenômeno. Estudos recentes têm mostrado uma ligação significante entre o sistema climático amazônico e aquele sobre a bacia do Prata. Poucos pessoas conhecem a existência do transporte do vapor d’água por massas de ar que aqui estamos chamando de rios voadores. O volume de vapor de água transportado por esses rios voadores pode ser maior que a vazão de todos os rios do centro-oeste e ter a mesma ordem de grandeza da vazão do rio Amazonas (200.000 m3/s). O projeto, idealizado em decorrência de longas conversas que começaram em Manaus em 2006 entre Gérard Moss e o Prof. Antonio Donato Nobre, e com a subsequente grande colaboração do Prof. Salati, busca identificar a origem do vapor de água transportado pelas massas de ar vindos da Amazônia e quantificar o papel da evapotranspiração da floresta amazônica nas chuvas que caem nas regiões mais ao sul. Na primeira fase do projeto, realizada entre 2007-2009, foram coletadas 500 amostras de vapor de água de várias regiões do Brasil, principalmente da Amazônia. Estas amostras foram analisadas pelo CENA (Centro de Energia Nuclear na Agricultura) da USP, Piracicaba, SP. Na segunda fase, que conta novamente com o patrocínio do Programa Petrobras Ambiental, será possível avançar nos estudos, interligando os resultados das análises com as condições meteorológicas regentes na hora da coleta. É um trabalho complexo e a melhor forma encontrada para avançar nas pesquisas é justamente unindo forças. A análise das amostras de água no CENA é estudado com a forte colaboração da equipe no CPTEC. A segunda fase também dará ênfase à educação. Foram escolhidas seis cidades-chave ao longo da rota dos rios voadores: Brasília (DF), Chapecó (SC), Cuiabá (MT), Londrina (PR), Ribeirão Preto (SP) e Uberlândia (MG). Nestas cidades, haverá um projeto reforçado em parceria com autoridades locais para inserir uma aula sobre os rios voadores nas escolas municipais da rede pública, com oficinas de treinamento dos professores e fornecimento de material didático. A expedição Rios Voadores faz parte do Brasil das Águas, projeto que, desde 2003, busca chamar a atenção do público para a saúde dos rios brasileiros.

Objetivos do Projeto Rios Voadores
•Caracterizar a origem do vapor de água através da análise isotópica das amostras coletadas por avião.
•Seguir e monitorar a trajetória dos "Rios Voadores" procurando entender as consequências do desmatamento e das queimadas na Amazônia sobre o balanço hídrico do país e sua participação no panorama das mudanças climáticas.
•Divulgar para a população dos grandes centros urbanos a valiosa contribuição da floresta amazônica para abastecer os recursos hídricos brasileiros.
•Conscientizar e valorizar a preservação da Amazônia como essencial para as atividades econômicas do país (desde a agricultura até a indústria) como também para a qualidade de vida da população.

Saiba mais: Projeto Rios Voadores e Mundo Moss.

sábado, 19 de maio de 2012

Recreio

Um simulador de avião na garagem
Se você fosse um controlador de tráfego aéreo e piloto, o que faria nas horas vagas? Óbvio, um simulador de voos! James Price, que é exatamente o citado acima, passou 12 anos convertendo um antigo Boeing 737 em um simulador de garagem. Apesar de não ser exatamente um avião de verdade, o sistema até se chacoalha e vibra, de acordo com as condições ambientais e obstáculos programados. Uma série de projetores e telas oferece a vista ideal para o piloto. Todo o sistema foi feito por James, e a maior parte dos sistemas e telas do Boeing realmente funciona. Tudo isso sem ter que passar por check-ins, revistas e bagagem extra.

Fonte: hypescience.com

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Datas Especiais

ITA completa 62 anos
Neste 18 de maio de 2012, o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) comemora 62 anos. A instituição integra o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), localizado em São José dos Campos, SP. O ITA foi criado em 1950, com o apoio do Massachusetts Institute of Technology (MIT), e é hoje uma das melhores escolas de Engenharia do Brasil. Os primeiros alunos do ITA frequentaram, inicialmente, a Escola Técnica do Exército, atual Instituto Militar de Engenharia (IME), onde os cursos de Engenharia foram ministrados no período de 1947 a 1950.

Cursos
Atualmente, o Instituto conta com cursos de graduação em Engenharia que tem a duração de cinco anos e são oferecidos nas modalidades de: Aeronáutica, Eletrônica, Mecânica-Aeronáutica, Civil-Aeronáutica, Computação e Aeroespacial.
Os cursos de Mestrado e Doutorado são oferecidos pelo ITA por meio dos seguintes programas de Pós-Graduação: Engenharia Aeronáutica e Mecânica, Engenharia de Infraestrutura Aeronáutica, Ciências e Tecnologias Espaciais, Engenharia Eletrônica e Computação e Física.
O Mestrado Profissional são nas áreas de Engenharia Aeronáutica e Aeroespacial; Segurança de Aviação e Aeronavegabilidade Continuada e Turbina a Gás.
O ITA também conta com o Lato Sensu, no qual são oferecidas duas classes de Cursos de Pós-Graduação: As criadas por Portaria do Comandante da Aeronáutica, em áreas de conhecimento de interesse direto do COMAER, com a maioria do corpo discente composto de Oficiais da Aeronáutica, contando com Oficiais do Exército e da Marinha e as criadas por Portaria do ITA, com o apoio financeiro de empresas e entidades.

Fonte: Comunicação Social do ITA

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Aeronaves

FAB prepara compra de avião para reabastecimento em voo
O Comando da Aeronáutica, em cumprimento ao Plano de Equipamento e Articulação da Força Aérea Brasileira está realizando as ações para compra de aeronaves de reabastecimento em voo. Uma das etapas do processo foi a entrega, no dia 09 de maio de 2012, dos Pedidos de Oferta às empresas participantes do Projeto KC-X2: Airbus Military, Boeing e Israel Aerospace Industries (IAI).O Projeto KC-X2 visa, exclusivamente, à aquisição de duas aeronaves de reabastecimento em voo e de transporte estratégico de carga e tropa, bem como missões humanitárias e de evacuação aeromédica. Substituirão as aeronaves KC-137, que, por terem sido fabricadas na década de 1960, têm tido seu custo de operação progressivamente elevado. A partir do recebimento do Pedido de Oferta, as empresas terão o prazo de noventa dias para apresentarem suas propostas, que serão submetidas ao processo de avaliação e seleção previsto pela FAB, e que tem como base, dentre outros, os requisitos técnicos, operacionais, logísticos e industriais estabelecidos.

Fonte: Agência Força Aérea

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Embraer

Super Tucano volta a concorrer para fornecer à USAF
A Embraer participará, no dia 04 de junho de 2012, de uma nova licitação de fornecimento de aviões de combate leve para a USAF - Força Aérea dos Estados Unidos. Em dezembro, a fabricante aeronáutica brasileira havia ganhado uma concorrência e firmado um contrato de 355 milhões de dólares com os Estados Unidos para a venda de vinte aeronaves AT-29 Super Tucano. O processo, no entanto, foi questionado pela empresa privada americana Hawker Beechcraft, derrotada na licitação, e acabou suspenso. A nova competição dará um peso maior para a experiência de combate dos aviões, regra que deixa a Embraer otimista já que o avião da empresa faz parte da frota militar das Forças Aéreas do Brasil, Colômbia, Equador e Burkina Faso. A Força Aérea americana espera escolher o novo vencedor no início de 2013, com a entrega da primeira aeronave no terceiro trimestre de 2014.

Fontes: http://veja.abril.com.br/ e http://www.embraer.com/

terça-feira, 15 de maio de 2012

Esquadrilha da Fumaça 60 Anos

Um público de aproximadamente 100 mil pessoas acompanhou as manobras ousadas da Esquadrilha da Fumaça e de esquadrilhas convidadas do Canadá, Estados Unidos e Chile, além de demonstrações de outras aeronaves civis e militares brasileiras, nos dias 12 e 13 de maio de 2012, na AFA – Academia da Força Aérea, em Pirassununga, SP. O grande evento do final de semana integra as comemorações dos 60 anos do EDA – Esquadrão de Demonstração Aérea da Força Aérea Brasileira, a Esquadrilha da Fumaça.


Fotos: Antonio Evaldo Alexandre (Ribeirão Preto, SP)