Voar é um desejo que começa em criança!

domingo, 27 de maio de 2012

Especial de Domingo

Expo Aero Brasil 2012
Termina hoje, 27 de maio de 2012, a 15ª Expo Aero Brasil, no aeroporto de São José dos Campos, SP. Chama a atenção dos visitantes o crescimento da indústria aeronáutica voltada para os ultraleves avançados e aviões leves. Várias novas montadoras têm se juntado às tradicionais, como a Cimaer, apresentando produção própria ou projetos importados, como por exemplo, o EutoStar da República Tcheca. Logo na entrada da feira, a Edra Aeronáutica mostra o WT9 Dynamic e o anfíbio Petrel LS. De Bauru, a Volato trouxe o Volato 400, ostentando a frase “orgulho de ser brasileiro”. O aparelho transporta quatro pessoas e voa a 360 Km/h com um motor de 180 hp. Da fábrica em Franca, SP, veio o Quasar. Estão expostos ainda, aviões da Embraer e dois caças da FAB, um Xavante do IPEV – Instituto de Pesquisa e Ensaios em Voo e um A29 Super Tucano. Entre os visitantes, além dos entusiastas e empresários do setor, circulam alunos de várias instituições de ensino aeronáutico, como a FUMEC de Belo Horizonte, MG, e da EMCA de Taubaté, SP, parceira do Núcleo Infantojuvenil de Aviação.
Shows aéreos
Ontem, penúltimo dia do evento, os shows aéreos ficaram por conta das demonstrações dos pilotos Beto Bazaia, voando um Bücker, do seu pai, Tike Bazaia, evoluindo com um Decatlon, do comandante Luis Guilherme Richieri, tricampeão brasileiro de acrobacia aérea, voando um Extra 300. Após outras demonstrações e decolagens, o dia terminou com um espetáculo da Esquadrilha BR. O time, equipado com os potentes e ruidosos T-Meia, foi composto pelos pilotos Carlos Edo, Leandro e Hernani Hipólito, além da aeronave isolada Extra 300 do piloto Richieri. A organização do evento espera que, com as atividades de hoje, o público visitante da feira chegue a 35 mil pessoas. Cerca de 150 aeronaves integram o evento, com 120 expositores, fóruns, palestras e rodada de negócios. A 15ª Expo Aero Brasil termina com um show da Esquadrilha da Fumaça, que completa 60 anos, a partir das 15 horas, com entrada franca.

Texto: Redação do Núcleo Infantojuvenil de Aviação - NINJA.

Fotos: Acervo do NINJA.