Voar é um desejo que começa em criança!

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Navegação Aérea

ICEA atesta primeira conformidade de DME brasileiro
O Instituto de Controle do Espaço Aéreo (ICEA), localizado em São José dos Campos (SP), realizou, no dia 15 de dezembro de 2015, a cerimônia de entrega do Certificado de Avaliação de Conformidade do equipamento DME 0200, fabricado pela empresa IACIT Soluções Tecnológicas S/A. O DME (acrônimo para Distance Measuring Equipment - Equipamento Medidor de Distância) é um auxílio à navegação aérea que mede a distância na qual a aeronave está de determinado ponto durante o voo e, associado a auxílios de solo, como o VOR e o ILS, provê navegação em voos por instrumentos. “Este dia será lembrado como um marco histórico neste instituto, é o dia da coroação do primeiro processo de certificação. A IACIT é a primeira empresa nacional a receber o certificado”, afirmou o Diretor do ICEA, Coronel Aviador Ivan Bettocchi Batalha Dittz. Segundo o presidente da IACIT, Luiz Carlos Teixeira, o desenvolvimento do DME 0200 demorou cerca de três anos e custou cerca de R$ 5 milhões, dos quais 50% foram subvencionados pela Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP). Ainda segundo Teixeira, dois países, cujos nomes não foram revelados, devem adquirir o equipamento. “Eles aguardavam a certificação, o que já aconteceu, e também a compra do equipamento pela Força Aérea”, apontou Teixeira. De acordo com o Diretor do Subdepartamento Técnico do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), Brigadeiro Engenheiro Fernando César Pereira Santos, devido à natureza dos serviços que o DECEA presta, as soluções tecnológicas precisam ser viabilizadas com rapidez. “O DECEA está ligado ao desenvolvimento de serviços que não podem esperar. O processo de certificação está atraindo outras iniciativas, que geram empregos de qualidade para o Brasil, e isto é motivado pelo trabalho do ICEA”, avaliou.

Avaliação de Conformidade
Desde 2012, além da suas missões de ensino e pesquisa, compete ao ICEA realizar o processo de avaliação de conformidade no âmbito do Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (SISCEAB). O Parque de Material de Eletrônica da Aeronáutica do Rio de Janeiro (PAME-RJ) e o Grupo Especial de Inspeção em Voo (GEIV) tiveram participação fundamental nos ensaios realizados com o DME 0200. Foi verificado que o produto atende às normas previstas no Anexo 10 da Organização de Aviação Civil Internacional (OACI), que trata de Telecomunicações Aeronáuticas. Atualmente, outros quatro processos de certificação de conformidade estão em andamento no ICEA: do radar Saber, da empresa Bradar; do radar LP23 SST Omnisys; do sistema AIM-BR; e órgãos operacionais.