Voar é um desejo que começa em criança!

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Aeronaves

O poderoso AH-2 Sabre da FAB
O helicóptero Mi-35 da Força Aérea Brasileira (FAB), com a denominação nacional de AH-2 Sabre, é a aeronave militar russa de asas rotativas mais conhecida. O aparelho desenvolvido na década de 1960 pela Mil Moscow Helicopter, é também um dos mais poderosos já concebidos na aviação. Desenhado tanto para o ataque como para o transporte de pequenas tropas, a primeira versão do aparelho surgiu em 1969, ainda com o nome Mi-24, na União Soviética e logo foi aplicado com eficácia contra rebeldes no Afeganistão. O modelo também foi utilizado durante a evacuação de Chernobil, na Ucrânia, após o acidente nuclear em abril de 1986. Devido aos altos níveis de radiação, muitos aparelhos foram abandonados em campos pela cidade. Os primeiros Mi-24 causaram tanta destruição no Afeganistão, que foi justamente sua existência que acelerou o processo de desenvolvimento de mísseis anti-aéreos portáteis nos EUA, que podiam ser lançados por apenas um homem, como o Stinger. O Mi-35 possui seis pontos de fixação de armas e pode carregar mísseis anti-tanque ou anti-aéreo, metralhadoras pesadas, canhões, foguetes, bombas ou tanques de combustível extras, o que permite realizar longas missões. É também muito rápido: alcança 320 km/h. O helicóptero da Mil está em operação em 57 países, inclusive nos EUA, que adquiriu três unidades de forma clandestina para estudar seus pontos fracos. A Força Aérea Brasileira (FAB) possui uma frota com 12 exemplares de AH-2 Sabre (Mi-35), operados pelo Esquadrão Poti, baseado em Porto Velho, Rondônia.