Voar é um desejo que começa em criança!

domingo, 20 de março de 2016

Especial de Domingo

Registramos hoje informações sobre as atividades da Força Aérea Brasileira no combate ao Aedes aegypti. Aos nossos Ninjas e aos amigos leitores, reiteramos a necessidade da permanente mobilização nessa luta, agindo, todos nós, como agentes multiplicadores, seja orientando, seja eliminando os criadouros.
Boa leitura.
Bom domingo!

Unidades da FAB continuam trabalho de combate ao Aedes aegypti

Escolas públicas e particulares estão recendo a visita dos militares para palestras de conscientização 

Dando continuidade à programação nacional de combate ao Aedes aegypti, unidades da Força Aérea Brasileira (FAB) no Nordeste e Centro-Oeste visitaram escolas, vistoriaram as instalações militares à procura de possíveis focos e realizaram palestras de conscientização.

Base Aérea de Fortaleza (BAFZ)
O Comandante da BAFZ, Tenente-Coronel Frederico Casarino, reuniu todo o efetivo em 11 de março e ressaltou, durante uma palestra, a importância da continuidade de combater o mosquito.

Após o evento, houve uma vistoria a todas as áreas da unidade para localizar possíveis focos ou espaços com potencial para a criação de larvas.

No total, 60 militares, treinados por agentes de saúde da Secretaria de Saúde do Estado do Ceará, participaram dessa ação.

A unidade também está realizando, desde o dia 29 de fevereiro, palestras educativas nas escolas de ensino fundamental e médio de Fortaleza para conscientização preventiva contra a dengue, chikungunya e zika.

O objetivo é tornar esses alunos agentes multiplicadores.

Para isso, militares do Hospital de Base já realizaram 16 palestras para um público de 1.080 alunos.

“Achei relevante a participação dos alunos. Bastante interessados, fazendo perguntas e interagindo. A professora foi atenciosa e também participativa”, revelou uma das militares envolvidas na atividade, Tenente Lara Franklin Narbal de Oliveira.

Base Aérea de Campo Grande (BACG)
A unidade da FAB, localizada no Mato Grosso do Sul, também prossegue no combate ao Aedes aegypti.

O efetivo vem sendo mantido nos trabalhos de conscientização e eliminação de criadouros do vetor. 

As escolas públicas e particulares estão recebendo a visita dos militares.

As instruções são divididas em turnos e também em séries, de forma a serem ministradas de acordo com cada faixa etária.

Enquanto os alunos assistem às palestras, equipes da Assessoria de Prevenção de Acidentes no Trabalho (ASPAT) da BACG percorrem as instalações da escola em busca de focos de reprodução. 

Desde a semana do dia 22 de fevereiro, quando teve início a quarta fase da campanha contra o mosquito, cinco escolas já foram visitadas, totalizando 20 palestras, que alcançaram 4.670 alunos. 

Nas próximas semanas, mais seis escolas serão visitadas.

O objetivo é atingir um total de 10 mil alunos.

Base Aérea de Anápolis (BAAN)
Pilotos do Primeiro Grupo de Defesa Aérea (1º GDA) iniciaram a quarta fase da ação.

“Foi muito interessante ver que as crianças, além de saberem bastante do assunto, ficaram surpresas e impressionadas com o fato de verem pilotos de caça ministrando a instrução”, explicou o aviador, Tenente Ivan Campos Braga Júnior.

Pelo menos mais 10 visitas para levar conhecimento sobre o mosquito e alertar para o perigo das doenças estão agendadas para os meses de março e abril.

Todas as palestras serão ministradas por militares da BAAN.

Fonte: FAB