Voar é um desejo que começa em criança!

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

FAB 100

Reestruturação da FAB separará ações administrativas e operacionais
O projeto FAB 100 concebe uma reestruturação da Força Aérea Brasileira, a ser efetivada até o ano de 2041, quando a organização completa 100 anos. As bases para a evolução estão apoiadas em dois pilares: concentração das atividades administrativas, com o estabelecimento, por exemplo, dos Grupamentos de Apoio (GAP); e a reestruturação organizacional, com a criação, incorporação e extinção de organizações e unidades militares. O avanço do projeto já começou com ações para modernização da gestão, otimização dos recursos financeiros, operacionais e humanos, e incremento da eficiência no cumprimento da sua missão institucional. As atividades administrativas e operacionais estão sendo separadas, para reduzir custos e investir na atividade fim. Entre as medidas está a criação de 17 Grupos de Apoio (GAP) em todo o país que serão responsáveis por concentrar tarefas administrativas, como compras, registros de protocolo, entre outros. As unidades serão subordinadas diretamente ao Departamento de Administração, atualmente Secretaria de Economia e Finanças (SEFA).

ALAS
Na  parte operacional está a criação das Alas. Elas substituição os Comandos Aéreos Regionais (COMAR). Serão organizações distribuídas em todo o território nacional, de nível tático, com responsabilidade focada nas atividades de preparo e emprego da Força Aérea. As Alas serão responsáveis pela coordenação das atividades de doutrina e preparo das unidades operacionais em cada região e farão a ligação direta com o Comando de Preparo (COMPREP), a ser ativado a partir de janeiro de 2017, em substituição ao atual Comando-Geral de Operações Aéreas (COMGAR). A partir de então, as operações em curso passarão a ser gerenciadas pelo Comando de Operações Aeroespaciais (atual Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro - COMDABRA), contando com equipamentos e tripulações à disposição para serem empregados nas ações de Força Aérea.