Voar é um desejo que começa em criança!

sábado, 26 de novembro de 2016

Gripen NG

Inaugurado o centro de projetos do caça sueco-brasileiro
A Força Aérea Brasileira (FAB) e as empresas Saab e Embraer inauguraram, dia 22 de novembro de 2016, em Gavião Peixoto (SP), o Centro de Projetos e Desenvolvimento do Gripen (na sigla em inglês: GDDNGripen Design Development Network). É o principal marco no processo de transferência de tecnologia entre Brasil e Suécia do projeto Gripen NG. É o primeiro da lista de 60 projetos de offset (compensações de natureza industrial, tecnológica ou comercial) avaliados em U$$ 9 bilhões.“É o principal projeto em termos de compensação comercial. É por meio desta base, o GDDN, que vamos garantir o desenvolvimento conjunto do Gripen NG com os suecos”, analisa o gerente do projeto F-X2 da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), Coronel Júlio César Cardoso Tavares.

Transferência de tecnologia
O GDDN abrigará em torno de 300 engenheiros e técnicos dedicados à nova aeronave de caça do Brasil, cujas 36 unidades devem ser entregues em cinco anos a contar a partir de 2019. Deste total, 23 serão produzidos pela Embraer, sendo 15 totalmente fabricados no Brasil. O centro brasileiro está conectado à Saab na Suécia e aos parceiros industriais no Brasil. O processo de transferência de tecnologia iniciou há um ano com a ida de mais de cem engenheiros brasileiros para a Suécia. Até 2024, 350 profissionais participarão de cursos e treinamentos on-the-job no centro de pesquisa nórdico. Eles são peças-chave para que o País crie competências e capacidades técnicas para, ao final do programa, dominar todo o conhecimento crítico necessário para o desenvolvimento de aviões de caça. O projeto Gripen permitirá ao Brasil ter autonomia para construir aviões de caça de alta desempenho no futuro.

Texto: Adaptado do original em www.fab.mil.br