Voar é um desejo que começa em criança!

sábado, 28 de janeiro de 2017

Recreio

Base Aérea de Florianópolis teve colônia de férias para estudantes especiais
Alunos portadores de necessidades especiais da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) e da Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE) estiveram na Base Aérea de Florianópolis (BAFL) para uma programação de férias. Foi a 21ª edição da Colônia de Férias Voo Livre, que se encerrou no dia 25 de janeiro de 2017, reunindo 57 alunos. Divididos em dois grupos, os participantes hospedaram-se durante dez dias no alojamento da Base. De lá, diariamente, partiam para atividades lúdicas na capital catarinense e região. O grupo visitou praias, restaurantes, casas de cultura e parques. “O que eles gostam mesmo é da trilha da Base Aérea. É o ponto alto da colônia de férias”, relata o terapeuta ocupacional e coordenador do segundo grupo de alunos, Rafael Borges. Para a realização da trilha, os alunos vestiram camisetas camufladas do fardamento normalmente utilizado em ações militares de campanha. A camuflagem do rosto completou a preparação para a atividade iniciada com a formação da tropa, comandada pelo Sargento da Reserva José Gilberto Luz, assistido por militares voluntários. No caminho, os participantes encontraram oficinas, similares às realizadas em cursos militares, sobre como conseguir água e comida na mata e produzir fogo. Os cadeirantes também participaram da atividade. O Sargento Luz, instrutor voluntário da colônia de férias desde a primeira edição, também mostrou muita força de vontade ao completar o trabalho mesmo depois de ter sofrido dois infartos. “Poder passar um pouco de atenção, carinho e cuidado para quem tanto precisa é o nosso combustível e nos dá força para superar qualquer dificuldade”, expressa.