Voar é um desejo que começa em criança!

quarta-feira, 8 de março de 2017

Aeronaves

USAF estuda usar Super Tucano contra o EI
A Força Aérea dos Estados Unidos (USAF – sigla em inglês), diante de uma guerra potencialmente prolongada contra o Estado Islâmico, está examinando a adoção de uma nova frota de aviões de “ataque leve”. A aeronave seria capaz de realizar ataques aéreos contra o o grupo terrorista por um investimento menor do que o F-16 Fighting Falcon ou o F / A-18 Super Hornet. As opções disponíveis poderiam incluir o avião A-29 Super Tucano da Embraer, que os Estados Unidos entregou ao Afeganistão e a outros aliados, e o AT-6 da Beechcraft, uma versão que os militares dos EUA já usam em treinamento de pilotos. Funcionários da Força Aérea estimam que o custo de voar um avião turbo-hélice, como o A-29 ou AT-6, seria de poucos milhares de dólares por hora. Em comparação, custa cerca de US$ 18 mil por hora para voar o caça de ataque A-10.

Fonte: Portal Defesa e Segurança, com informações do Washington Post