Voar é um desejo que começa em criança!

sábado, 3 de março de 2018

Transporte Aéreo

Volta a crescer o setor aéreo
Depois de um período de forte recuo, coincidente com o da recessão de 2014/2016, o transporte aéreo voltou a crescer em 2017, graças ao aumento da demanda tanto no mercado doméstico como no mercado internacional. A retomada foi possível devido à melhora do poder aquisitivo das famílias, que passaram a ter mais recursos para o turismo; da recuperação da demanda das empresas – aparentemente mais lenta do que a das famílias –; e de taxas de câmbio relativamente estáveis (a cotação do dólar oscilou apenas 2% entre dezembro de 2016 e dezembro de 2017). Em 2017, segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), as empresas aéreas brasileiras transportaram 98,98 milhões de passageiros pagantes, 2,9% mais do que os 96,16 milhões de 2016. Os embarques cresceram 11,7% no mercado internacional, de 7,48 milhões para 8,36 milhões, e 2,2% no mercado doméstico, de 88,68 milhões para 90,63 milhões. A demanda proveniente das faixas de maior renda parece ter sido decisiva para a recuperação do setor. A ocupação das aeronaves atingiu, em média, 81,5%, com crescimento de 1,8% em relação a 2016. Esse porcentual foi de 84,8% nos voos internacionais, maior nível da série histórica iniciada em 2000. Quanto ao transporte aéreo de carga, o crescimento foi de 1,8%, com forte avanço em dezembro de 2017, quando o aumento foi de 7,9% em relação a dezembro de 2016.

Fonte: O Estado de São Paulo