Voar é um desejo que começa em criança!

domingo, 22 de novembro de 2015

Especial de Domingo

Selecionamos hoje um breve texto do Aeromagia, com mensagem bastante impactante, que merece chegar, também, aos jovens do Núcleo Infantojuvenil de Aviação - NINJA, estimulando a reflexão.
Boa leitura.
Bom domingo!

UM SEGREDO ENTRE OS MELHORES PILOTOS

Há alguns anos, Bernard Chabbert*, durante o Salão de Le Bourget se surpreendeu com a humildade de alguns pilotos de demonstração, que possuíam carreiras frequentemente extraordinárias e ficavam muitas vezes ofuscados por outros.

Vários artigos aqui já nos evocaram algumas diferenças entre os pilotos menos e os mais fortemente vividos, como por exemplo, a consciência dos riscos, que é proporcional à experiência.

Essa constante não reflete mais do que uma pequena parte de um fenômeno mais importante – o Efeito Dunning-Kruger – que demonstra que as pessoas menos competentes superestimam suas competências, enquanto que as mais competentes tem tendência a subestimar as próprias competências.

Essa reflexão sobre o nosso próprio nível de competência se estende igualmente à percepção das coisas que nos rodeiam.

Em um piloto a experiência é primordial para forjar as competências, e se trocarmos a palavra “incompetência” por “pouco experiente” nós obteremos os seguintes sintomas:

1 – Um piloto pouco experiente tende a superestimar seu nível de competência,

2 – Um piloto pouco experiente não reconhece a competência daqueles que verdadeiramente a possuem,

3 – Um piloto pouco experiente não se dá conta do seu grau de incompetência,

4 – A experiência adquirida por esses pilotos, sinônimo de novas competências, lhes permite reconhecer e aceitar suas lacunas anteriores.

Se você é um piloto pouco experiente, grave a primeira assertiva em seus neurônios.

E diga a você mesmo que seu instrutor ou os pilotos mais experientes que você não falam bobagens. 

Esse efeito é particularmente presente em atividades de risco, e ele se manifesta muito facilmente nos clubes de voo, e mesmo nos cockpits dos aviões de linha aérea.

“Os pilotos menos competentes superestimam suas capacidades, enquanto que os mais competentes tem tendência a subestimá-las.”

Bons Voos!

*Piloto, Jornalista e locutor de shows aéreos na França

Fonte: Aeromagia