Voar é um desejo que começa em criança!

terça-feira, 18 de abril de 2017

Aviação do Exército

EB testa conexão de comunicação tática com a FAB
Um passo para a integração das Forças Armadas em operações conjuntas foi dado pelo Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE). Testes realizados em março de 2017 avaliaram, com êxito, a possibilidade de inserção dos helicópteros EC-725 do Exército Brasileiro (EB) no Sistema de Comunicação Segura da Força Aérea Brasileira, o Sistema Link BR-1. "Com o resultado destes testes, a FAB e o EB programam o próximo passo, ou seja, a inclusão de toda a frota de EC 725 do EB no sistema Link BR-1", explica o Chefe da Divisão de Comunicações e Sistema de Informações do COMAE, Capitão de Mar e Guerra Mauro Olivé Ferreira. Após este processo com o Exército, há coordenações em andamento com a Marinha do Brasil para a integração também de seus vetores, de forma a termos uma completa integração de comunicação segura entre as três Forças nas operações aéreas conjuntas. O Link BR-1 é um sistema de Comunicação por Voz e Dados com possibilidade de transmissão criptografada e/ou em salto de frequências. Possibilita a comunicação segura entre vetores aéreos e entre estes vetores e Centros de Operações Militares, por meio de Estações de Solo (DLRS). Para a avaliação, o Exército Brasileiro enviou à Ala 1, sediada em Brasília (DF), um helicóptero EC-725. Após a configuração dos rádios V/UHF da aeronave pela equipe do COMAE com algoritmo e chaves de criptografia, foram realizados testes em solo e em voo, com o apoio de uma aeronave do Esquadrão Arara.

Fonte: Agência Força Aérea