Voar é um desejo que começa em criança!

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Cultura Aeronáutica

ICEA terá avião Bandeirante do GEIV como monumento
Uma aeronave Bandeirante, já desativada e que pertenceu ao GEIV, será instalada como monumento em frente ao ICEA, em São José dos Campos (SP). As duas organizações fazem parte da estrutura do DECEA – Departamento de Controle do Espaço Aéreo. O aparelho está provisoriamente estacionado no pátio do instituto, enquanto aguarda sua instalação definitiva como marco da cultura aeronáutica brasileira. Será a primeira aeronave-monumento no campus do DCTA – Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial, onde exemplares de foguetes e sondas já marcam algumas de suas referências nas vias de circulação.

Bandeirante
O Bandeirante foi o avião responsável pela implantação da moderna indústria aeronáutica brasileira. O projeto nasceu no DCTA e teve os primeiros protótipos produzidos no hangar X-10. Depois de seu primeiro voo, em 22 de outubro de 1968, para a sua produção em série e ser um sucesso internacional de vendas, foi criada a Embraer, hoje a terceira maior fabricante de aviões do mundo. O Bandeirante Embraer 110, denominado C95 na Força Aérea Brasileira, foi produzido entre 1973 e 1991, para versões de 15 a 21 passageiros. Foram fabricadas 498 unidades.

GEIV
O GEIV – Grupo Especial de Inspeção em Voo, sediado no aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, tem a missão de inspecionar regularmente os auxílios eletrônicos à navegação aérea e sistemas elétricos de apoio à aproximação e pouso, a fim de garantir as operações seguras dos aviões circulando no espaço aéreo brasileiro, em todas as fases do voo. Para cumprimento se sua missão o GEIV emprega aeronaves-laboratório. O Bandeirante, com a denominação IC-95, foi uma dessas aeronaves. Atualmente o GEIV opera - além do Bandeirante - com jatos Legacy 500 e Hawker 800XP.

ICEA
O ICEA – Instituto de Controle do Espaço Aéreo tem a missão de proporcionar ensino, pesquisa e certificação. Como unidade de ensino proporciona capacitação e treinamento para profissionais dedicados à proteção ao voo, como controladores de tráfego aéreo, meteorologistas e outros técnicos e tecnólogos do setor. No campo da pesquisa, a organização atua no desenvolvimento e especificação de sistemas e programas para suporte instrucional e operacional no âmbito do controle do espaço aéreo. Como órgão certificador, o instituto passa a verificar a conformidade de produtos e serviços aplicados aos serviços de tráfego aéreo desenvolvidos pela iniciativa privada. O ICEA está sediado em São José dos Campos (SP), dentro do campus do DCTA.

Texto: Redação do NINJA