Voar é um desejo que começa em criança!

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Navegação Aérea

Japão cria GPS com margem de erro reduzida
O Japão ativará, em 2018, um sistema de localização por GPS (Sistema de Posicionamento Global por Satélite) muito mais preciso, com uma margem de erro reduzida a centímetros.O foguete que levou mais um satélite de sua constelação já foi lançado no sul do país. O sistema de GPS americano, existente há mais de 30 anos, é fundamental em várias áreas: navegação aérea e marítima, trânsito e segurança de cargas nas estradas. O sistema GPS operado pelos americanos tem uma margem de erro de dez metros e é provido com informações enviadas por satélites geoestacionários. O sistema japonês será diferente: serão quatro satélites ao todo, três sempre em movimento, fazendo um traçado em forma de oito. Um ficará posicionado sobre Tóquio. Assim, mudando de posição, os especialistas garantem que não haverá área de sombra, sem sinal, por exemplo, em locais cercados por prédios muito altos, com a margem de erro praticamente zerada. Até o momento, dois satélites foram lançados. O planejamento prevê que em 2018 o Japão terá seu próprio sistema GPS, com ênfase no seu território.