Voar é um desejo que começa em criança!

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Santos Dumont

20 de Julho
Aniversário de Santos-Dumont
20/7/1873
Força Aérea Brasileira
ORDEM DO DIA 
O desenvolvimento de uma sociedade tem um indicador relacionado com a capacidade e dedicação de seus integrantes em implementar novas técnicas, processos e elaborar soluções.
A este processo, que implica em romper com a situação vigente e trazer à realidade um aspecto efetivamente novo, chamamos de inovação.
Ao tratar deste tema, faz-se obrigatório referenciar àquele que homenageamos nesta data, Santos-Dumont.
Este insigne brasileiro inseriu nosso País no exclusivo rol dos que realizaram grandes invenções e permitiu ao mundo conhecer mais profundamente a tecnologia de voo do mais-pesado-que-o-ar.
Uma notável criação, dentre sua vasta lista de inventos, que catalisou o desenvolvimento da aviação mundial e impactou sobremaneira toda a sociedade, de forma que, atualmente, não se pode conceber a humanidade sem os meios aéreos.
Celebrar o nascimento do Patrono da Aeronáutica Brasileira é enaltecer sua inventividade e seu destacável conhecimento técnico.
Atributos que, somados, são tão relevantes quanto o legado que seus inventos acrescentaram à humanidade.
Dessa forma, podemos afirmar que o desenvolvimento no campo do conhecimento permite à sociedade evoluir e proporcionar melhores condições para seus integrantes.
Tendo como base estes conceitos, o Comando da Aeronáutica se consolidou como instrumento de fomento tecnológico, que proporcionou destacável incremento no setor científico e produtivo de nosso País.
Ao seguir os passos de nosso Patrono, o Marechal Casimiro Montenegro tornou real seu projeto de construir um centro de tecnologia em um país que mal fabricava veículos automotores.
A criação do Instituto Tecnológico da Aeronáutica proporcionou as condições necessárias para que, hoje, o Brasil seja a sede de uma das maiores empresas aeronáuticas do mundo.
Ao atuar como catalisador da competitividade científica nacional, a Aeronáutica capitaneou, em parceira com o Ministério da Educação, o projeto de expansão do ITA que está em fase final de construção e será inaugurado ainda em 2017.
No final das obras, o Instituto ampliará sua capacidade total de 770 para mais de 1200 alunos, o que representa um incremento diretamente relacionado com a nossa produção científica, com repercussão favorável ao crescimento produtivo e econômico de nossa sociedade.
Neste cenário de vanguarda tecnológica, é necessário exaltar os esforços conjuntos que permitiram a consolidação do projeto do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas, o SGDC.
Foi por meio do empenho de setores do Ministério da Defesa, do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e, ainda, da Telebrás que o Brasil adquiriu um satélite próprio para comunicações civis e militares.
Decisão estratégica e primordial para fortalecer a soberania do País e integrar as regiões mais distantes de nosso território.
Em um momento de grande relevância para as comunicações militares nosso Ministro da Defesa, Raul Jungmann, realizou , no dia 05 de julho, a primeira comunicação criptografada, utilizando o nosso satélite, em uma operação militar coordenada pela Força Aérea Brasileira.
Uma ação aparentemente simples, mas de extrema relevância para o cumprimento de nossa missão e que comprova a necessária autonomia tecnológica.
Retomando as palavras ao homenageado desta data, Santos-Dumont nos impulsionou aos céus e cabe a nós dar prosseguimento a seu espírito, não aceitando e combatendo qualquer possibilidade de frustração da nossa determinação de sermos um País de vanguarda no desenvolvimento tecnológico. 
Devemos persistir, e ter no trabalho iniciado por aqueles que nos precederam, uma luz que dá vida aos nossos projetos de futuro, em que o principal beneficiário é o povo brasileiro.
É somente por meio da fiel observância dos preceitos que balizam o trabalho independente de nossas Instituições, de nossa resiliência nos objetivos e da constante inovação nos diversos campos do conhecimento, que garantiremos um futuro mais próspero à nossa sociedade.
Nesse cenário, conclamo a todos os integrantes do Comando da Aeronáutica para que sigam os passos de nosso Patrono e busquem continuamente o desenvolvimento profissional em suas áreas de atuação.
Assim sendo, permaneçam com o foco voltado ao cumprimento de suas missões, pois dessa forma, estaremos valorizando toda a confiança depositada nas Forças Armadas e o trabalho do abnegado Patrono da Aeronáutica Brasileira, que dedicou a sua obra ao engrandecimento de toda a sociedade. 
Parabéns Santos-Dumont!
Parabéns Aeronáutica Brasileira!
Parabéns Força Aérea Brasileira!

Brasília, 20 de julho de 2017
Tenente-Brigadeiro do Ar NIVALDO LUIZ ROSSATO
Comandante da Aeronáutica