Voar é um desejo que começa em criança!

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Aviação Experimental

Construindo o próprio avião
É um fato pouco conhecido do grande público, mas a Construção Aeronáutica Amadora já é uma realidade consolidada no Brasil. Poucos sabem, mas o Brasil ocupa o 3º ou 4º lugar em número de aeronaves amadoras construídas ou em construção. À frente encontram-se os Estados Unidos e a França. Não há dados confiáveis para saber se é a Inglaterra ou o Brasil que ocupa a 3ª posição. Alguns veteranos da Construção Aeronáutica Amadora dizem que se você é capaz de abrir uma lata de conserva com um abridor, você é capaz de construir um avião. Não chegamos a tanto, mas se você é ou já foi um aeromodelista, já praticou marcenaria, é um mecânico profissional ou amador capaz de desmontar ou montar um motor ou câmbio de Fusca, então, com certeza você têm as habilidades básicas necessárias para construir o seu avião. E se ainda não desenvolveu nenhuma destas atividades, mas é uma pessoa caprichosa e habilidosa com as mãos, que conserta ferro de passar roupa, máquina de lavar, faz uma gaveta ou um pequeno móvel, daqueles que todos admiram, então você também tem o básico necessário. E se ainda não fez nada disso, mas tem vontade e determinação para aprender, certamente obterá a qualificação necessária.

Construtor amador
Também não precisa ser um milionário; na verdade a grande maioria dos construtores amadores é constituída de pessoas de posses limitadas que querem voar em seu avião. É possível construir aviões mais simples com um gasto a partir de R$ 25.000,00. Os dois únicos ingredientes realmente importantes e necessários para ser um construtor aeronáutico amador são gostar muito de aviação e ser uma pessoa determinada. O resto se aprende com amigos, em livros e revistas, na ABRAEX e fazendo. Um outro aspecto a destacar é que o avião construído por você estará totalmente dentro da lei, desde que seguidas as regras determinadas, que não têm nada de absurdo e só visam a sua segurança e a de seus futuros passageiros. Você não precisará voar 'escondido', fugindo das autoridades. Você poderá operar em aeródromos homologados, sem maiores problemas. A única coisa que não poderá fazer á transportar passageiros ou carga cobrando pelo serviço. Isto implica em não poder dar ou receber instrução no avião, em base comercial. Mas, supondo que queira usar seu avião para seu transporte pessoal a trabalho, como um vendedor ou um fazendeiro, por exemplo, poderá fazê-lo sem qualquer obstáculo. A ABRAEX existe para apoiar e incentivar aqueles que desejam construir seu próprio avião.

Texto: Associação Brasileira de Aviação Experimental (ABRAEX).

Saiba mais: www.abraex.com.br