Voar é um desejo que começa em criança!

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Pioneiros

ANESIA PINHEIRO MACHADO
Anesia Pinheiro Machado nasceu em 5 de junho de 1902, em Itapetininga, interior de São Paulo, e foi a primeira mulher a trabalhar como aviadora no Brasil. Aos 19 anos começou a estudar para voar. Em abril de 1922 recebeu o seu brevet internacional Nº 77, da Federação Aeronáutica Internacional(FAI), pelo Aeroclube do Brasil.
Aos 20 anos, Anesia realizou seu primeiro voo, São Paulo/Rio de Janeiro, como parte das comemorações do centenário da Independência do Brasil. A viagem foi realizada em um monomotor Caudron G.3, batizado de Bandeirante, o mesmo em que aprendeu a voar. Ela viajou por quatro dias. Anesia voava, no máximo, uma hora e meia por dia, quando tinha que pousar para reabastecimento e revisão da aeronave.
Chegando à cidade maravilhosa foi recebida por Santos Dumont. Ele presenteou Anesia com uma medalha de ouro, réplica de uma que ele próprio havia recebido da Princesa Isabel. Anesia se afeiçoou ao presente e carregava sempre consigo ao longo de toda sua vida, era seu amuleto de boa sorte.
Durante a guerra, em 1943, convidada pelo governo dos Estados Unidos, Anesia para lá se mudou, realizando um curso avançado de aviação, tornando-se a primeira e única aviadora brasileira a receber tal convite. Fez ainda, com sucesso, viagens como a travessia da Cordilheira dos Andes e uma transcontinental pelas três Américas. Morreu aos 97 anos, em 10 de maio de 1999, em Brasília. A urna com suas cinzas está depositada no Museu de Cabangu, na cidade de Santos Dumont, MG.

Saiba mais: Anesia Pinheiro Machado