Voar é um desejo que começa em criança!

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

AeroDesign 2016

Competição universitária de projetos de aviões começa no DCTA
O AeroDesign 2016 começou ontem, 3 de novembro de 2016, e prossegue até dia 6, domingo. A competição – promovida pela SAE Brasil – reúne cerca de 1.300 universitários de engenharia do Brasil e exterior, em São José dos Campos (SP), no campus do DCTA – Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial. Estão inscritas 95 equipes de 77 escolas – 88 equipes são brasileiras e 7 são da Venezuela (4), México (2) e Polônia (1).

Desafios
O Comitê Técnico da competição criou desafios para as três categorias. Na Classe Regular, com 60 projetos, pela primeira vez aviões deverão ter dimensões compatíveis com o espaço definido por um cone com base de 2,5 metros de diâmetro e altura de 75 centímetros. Além disso, aeronaves estão liberadas para transportar como carga útil materiais de quaisquer tipo e dimensões – exceto chumbo. A categoria continua restrita a aeronave monomotora. Na Classe Advanced, com 10 aparelhos, os aviões deverão ter conteúdo de eletrônica embarcada superior ao das edições anteriores. Além do tempo de voo, os sistemas a bordo deverão computar a velocidade. Quando carregadas, aeronaves não deverão exceder 35 Kg. Permanecem de livre escolha o tipo de propulsão (combustão ou elétrica) e o número de motores, assim como deixa de existir a limitação de máxima cilindrada para o grupo motopropulsor. Em contrapartida, a área total das hélices não poderá ultrapassar 0,052 m². Da mesma forma que na Classe Regular, aeronaves poderão transportar como carga útil materiais de quaiquer tipo e dimensões – exceto chumbo. Na Classe Micro, com 25 projetos, bolas de tênis não são mais obrigatórias e as aeronaves poderão transportar como carga útil materiais de quaisquer tipos e dimensões – exceto chumbo. Outra novidade é a possibilidade de alijar a carga durante os voos – ganharão pontuação adicional as equipes que conseguirem realizar alijamentos com sucesso. Nesta categoria não há restrição de geometria ou número de motores – todos elétricos – porém, a partir de agora, as equipes deverão ser capazes de desmontar o avião depois de voo, e transportá-lo desmontado em caixa de volume de 0,1 m³.

Representar o Brasil
Na Competição SAE BRASIL AeroDesign, as avaliações são realizadas em duas etapas: Competição de Projeto e Competição de Voo, conforme regulamento. Ao final do evento, duas equipes da Classe Regular, uma da Advanced e uma da Classe Micro, que obtiverem as melhores as pontuações, ganharão o direito de representar o Brasil na SAE Aerodesign East Competition, em 2017, nos EUA. Organizado pela Seção Regional São José dos Campos, da SAE BRASIL, o Projeto AeroDesign é um programa de fins educacionais que tem como principal objetivo propiciar a difusão e o intercâmbio de técnicas e conhecimentos de engenharia aeronáutica entre estudantes e futuros profissionais da engenharia da mobilidade, por meio de aplicações práticas e da competição entre equipes, formadas por estudantes de graduação e pós-graduação de Engenharia, Física e Tecnologia relacionada à mobilidade.

Programação
A Competição SAE BRASIL AeroDesign 2016 começou ontem com solenidade de abertura, showroom dos projetos e apresentações orais das equipes no ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica). Hoje, 4, amanhã, 5, e domingo, 6, das 7h30 às 18 horas ocorrerá a Competição de Voo no Aeroporto de São José dos Campos, dentro do DCTA (Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial). O evento é aberto ao público, com entrada pela avenida Faria Lima, a mesma que dá acesso à Embraer, pelo portão ao lado do Memorial Aeroespacial.

Alunos do NINJA visitarão o AeroDesign 2016
Uma atividade pedagógica será realizada pelos alunos do NINJA – Núcleo Infantojuvenil de Aviação durante o AeroDesign 2016. Cerca de 35 alunos de escolas públicas e particulares de Ubatuba (SP), participantes das atividades do NINJA, visitarão, amanhã, 5 de novembro, o ambiente da competição. Na programação consta explanações sobre o evento e o trabalho de uma equipe construtora, observação do ambiente de preparação dos projetos de aviões, acompanhamento dos voos de competição e visita ao acervo de equipamentos e aeronaves do MAB - Memorial Aeroespacial Brasileiro. O objetivo da atividade com os alunos do NINJA é promover a obtenção de informação e conhecimento sobre as pesquisas e atividades relacionadas à aviação. É mais uma das atividades do Núcleo Infantojuvenil de Aviação, que divulga a cultura aeronáutica entre crianças e jovens. O projeto social tem o intuito de difundir conhecimento extra-escolar, incentivar carreiras e despertar vocações para o setor aeronáutico, como opção profissional.

Oficinas de aeromodelismo
Os jovens do NINJA, atualmente, se dedicam a atividades – monitoradas por voluntários - em oficinas de iniciação ao aeromodelismo, com aulas teóricas de conhecimentos técnicos de aviação, aerodinâmica, aulas práticas com montagem de aeromodelos de motores elétricos e treinamento em simulador para futura operação dos aparelhos, após a conclusão das montagens em andamento.